Linha V: Lançamento da chamada pública “Do berço ao portão”

Linha V - Biocombustíveis, Segurança Veicular e Propulsão Alternativa à Combustão

Acesse aqui o fórum de discussão para criar oportunidades e parcerias para envio de propostas.

A Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep), coordenadora da linha V do programa Rota 2030:  biocombustíveis, segurança veicular e propulsão alternativa à combustão, convida a comunidade científica e industrial para a submissão de propostas na chamada pública  “Do berço ao portão”.   

 O objetivo geral é determinar a captura de carbono do  “berço ao portão” de veículos leves tipo automóveis fabricados no território nacional. 

É estimado que o projeto aprovado receberá um aporte financeiro de até 7 milhões de reais, com o intuito de promover o desenvolvimento da indústria automotiva do país por meio da Avaliação de Impacto do Ciclo de Vida para a contabilização das emissões dos gases de efeito estufa oriundas da fabricação de veículos no Brasil. 

  • Novo prazo para submissão de propostas: até 28/01/2022 (17 horas)
  • Dúvidas: chamadasrota@fundep.com.br

RESULTADO

NOTAS DE RETIFICAÇÃO

ARQUIVOS DA CHAMADA

CRONOGRAMA DA CHAMADA (ATUALIZADO)

COMO CRIAR BONS PROJETOS? ASSISTA AO VÍDEO!

RECEBA NOTIFICAÇÕES

Receba notificações de alterações ou novidades sobre a Chamada Pública em seu e-mail.

FLUXO DAS CHAMADAS

Fluxo_novo_fluxo

MANUAL DE OPERAÇÕES

O Manual de Operações do Rota 2030, das Linhas coordenadas pela Fundep, tem o objetivo de orientar e disciplinar os procedimentos vinculados à execução de projetos de pesquisa, ciência, tecnologia e inovação financiados por meio de recursos aportados em atividades desenvolvidas no âmbito do programa.

SELEÇÃO DE AVALIADORES

A seleção de assessores ad hoc se dá por meio de inscrição em página aberta publicada no site da Fundep, sendo selecionados pelo Comitê Técnico de acordo com sua expertise (devem ser especialistas no eixo da Chamada, ter título de doutor e / ou experiência profissional de mais de 10 anos em PD&I na indústria automotiva). O assessor ad hoc recebe a proposta a ser analisada por meio do sistema online e, a partir de um rol de instruções e modelos, deve realizar o parecer técnico. Um banco de dados de perfis de assessores tem sido construído, e dinamicamente atualizado, pela Fundep em consulta à comunidade científica e ao setor automotivo.

Os assessores ad hoc podem ser remunerados.

COORDENAÇÃO TÉCNICA

uece

PORTFÓLIO DE PROJETOS - LINHA V

SAIBA MAIS