A Fundep quer acelerar o processo de inovação da indústria ferramental para o aumento da competitividade.

O 2º Ciclo do Rota Challenge irá selecionar até 10 (dez) indústrias de ferramentaria para a implementação de soluções por parte de startups. A iniciativa irá fomentar o empreendedorismo e o intraempreendedorismo no âmbito da Linha IV - Ferramentarias Brasileiras Mais Competitivas, do programa Rota 2030.

As indústrias podem se candidatar para a implementação de 03 (três) soluções. A expectativa é aportar até R$ 600 mil na iniciativa.

O Rota Challenge atua como agente de transformação, contribuindo para a construção de uma cultura cada vez mais inovadora e tecnológica no setor ferramental.

Faça parte desta jornada de transformação.

Conheça as

Soluções Inovadoras

As soluções foram implementadas e validadas em ferramentarias durante o 1º Ciclo do Rota Challenge.

Solução de Monitoramento de Componentes Críticos

Startup: I-Sensi

Solução de Tryout Digital

Startup: I-Sensi

Solução de Plataforma de Gestão de Paradas e Manutenção

Startup: Vitau Automation
ATÉ R$
0
mil
para a implementação de soluções em 10 (dez) indústrias de ferramentaria
As etapas de

Implementação

1ª Etapa

Planejamento técnico

As startups passarão pela etapa de planejamento da implementação da solução com a indústria madrinha e a Fundep. Após a aprovação do planejamento, será realizada a assinatura do Acordo de Parceria.

2ª Etapa

Implementação da Solução

A implementação da Solução nas indústrias madrinhas terá duração total de 8 meses a contar da assinatura do Acordo de Parceria.

3ª Etapa

Momento integração com a indústria

Em paralelo ao período de implementação da solução, serão promovidos eventos com todas as startups e indústrias participantes desta iniciativa com o objetivo de compartilhar os resultados parciais. 

4ª Etapa

Encerramento

As startups, indústrias madrinhas serão convidados a participarem de um evento de encerramento com o objetivo de promover a integração e o compartilhamento de aprendizados.
Conheça as

Startups participantes

A I-SENSI enxerga nas tecnologias IoT a solução para vários problemas encontrados no dia-a-dia das operações de manufatura e processos em geral. Criada como spin-off da MOB, empresa focada em desenvolvimento de projetos de produtos e melhoria operacional para manufatura, a startup agrega a experiência do chão de fábrica e projetos robustos de hardware e software embarcados.

A Vitau Automation busca atuar na vanguarda da Tecnologia 4.0, fornecendo e desenvolvendo soluções e tecnologias para a otimização de processos. São os criadores da Plataforma Vitau, um sistema online inteligente para monitoramento, processamento, predição de falhas, controle de paradas, gestão de tarefas e manutenção baseado em dados de ativos e processos industriais.

Como foi

1º Ciclo do Rota Challenge

No 1º ciclo, a Fundep além de acompanhar as startups e indústrias em todo processo, disponibilizou aportes de até R$100mil para a implantação de Provas de Conceito (PoC). O resultado desse ciclo gerou soluções de gestão que melhoraram e aceleraram os processos produtivos das indústrias e esses resultados podem ser implementados em outras ferramentarias.

Foram promovidos workshops para mapear desafios tecnológicos de ferramentarias que atuam no setor automotivo e gerar trilhas de atuação. Os desafios identificados froam divulgados para o ecossistema de startups Indtechs (aquelas com soluções para a indústria), por meio de uma chamada pública. As soluções selecionadas forma validadas por meio de Prova de Conceito (PoC), de forma remunerada com recursos do Rota 2030, em ambientes reais de operação na cadeia ferramental.

APOIO
REALIZAÇÃO