Rota 2030: Conheça as linhas temáticas e o cronograma da nova chamada pública da Linha V

Categoria: Linha V

A Fundep irá promover entre os dias 18 e 20 de novembro uma Consulta Pública sobre a Chamada 02/2020 da Linha V – Biocombustíveis, Segurança Veicular e Propulsão Alternativa à Combustão, do Programa Rota 2030. A chamada é para propostas até R$ 1 milhão, desenvolvidas por Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) em parceria com empresas e startups de todo o Brasil.

O lançamento oficial será no dia 24 de novembro (Confira o cronograma abaixo). As chamadas estão divididas em três Eixos: (i) BIOET: Bioenergia Eficiente Aplicada ao Setor dos Transportes; (ii) – CONSEV: Condução Segura e Eficiente de Veículos; (iii) – PAC: Propulsão Alternativa à Combustão. Cada Eixo possui linhas temáticas específicas (Confira as linhas temáticas abaixo).

A submissão de propostas irá até o dia 7 de janeiro de 2021. Convém que os grupos proponentes se organizem com bastante antecedência tendo em vista os recessos de fim de ano.

Para elaborar as chamadas, foram mapeadas demandas tecnológicas da cadeia automotiva. Além de um workshop com efetiva participação de empresas e ICTs, também foi realizada uma pesquisa online. As informações foram validadas em grupos de trabalhos com a orientação da Coordenação Técnica e participação de representantes do Conselho Técnico.

A Coordenação Técnica da Linha V é composta pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), do Centro Universitário da Fundação Educacional Inaciana (FEI) e da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

*As linhas temáticas podem ser alteradas até a publicação oficial da chamada pública.

Conexão entre ICTs e indústria

As propostas para as chamadas públicas da Linha V são submetidas por ICTs, em parceria com empresas e startups de todo o Brasil. Para auxiliar na conexão, a Fundep desenvolveu a Plataforma Conecta Rota. A Plataforma é um espaço para cadastrar desafios e oportunidades de inovação tecnológica no âmbito do Programa Rota 2030. Além de cadastrar, também será possível interagir com outras propostas a partir do apoio da Equipe de Negócios e Parcerias da Fundep.

CRONOGRAMA

Consulta Pública

18 a 20/11/2020

Lançamento Oficial

24/11/2020

Prazo Final de Submissão de Propostas

07/01/2021

Resultado Preliminar

22/02/2021

Resultado Final

05/03/2021

*O cronograma poderá ser alterado pela coordenação.

EIXOS DA CHAMADA

EIXO (i) - BIOET

Bioenergia Eficiente Aplicada ao Setor dos Transportes

O objetivo geral é viabilizar o uso de biocombustíveis em motores a combustão e/ou híbridos, de forma a promover a melhoria e o aumento de eficiência e desempenho, além da redução de emissões em sistemas de propulsão automotiva. As referências são tendências tecnológicas globais, principalmente em tecnologias veiculares avançadas que utilizam de biocombustíveis com base no baixo carbono. Aliada às metas nacionais de aumento de eficiência em motores e de sustentabilidade ambiental, a Chamada está alinhada aos programas que visam a produção de biocombustíveis para a indústria, como o RenovaBio e o Horizon 2020. Propostas que tratam exclusivamente da síntese química do biocombustível não são elegíveis.

Linhas Temáticas

São elegíveis propostas que realizem aplicações de biocombustíveis (etanol, biogás, biometano, HVO, biohidrogênio, dentre outros) para melhoria de desempenho em motores aplicados à propulsão de veículos pesados, incluindo desenvolvimento do sistema propulsor, acessórios e estratégias de operação. As propostas envolvem também o levantamento de mapas de calibração e testes padrões para novos dispositivos, o desenvolvimento de sistemas embarcados alternativos e aperfeiçoamento de tecnologias convencionais de propulsão. As propostas devem levar em consideração as metas de emissão veicular estabelecidas por meio das normas vigentes, cada vez mais restritivas.

Busca propostas que visem o desenvolvimento, aplicação e otimização de sistemas de células a combustível para uso embarcado, que sejam alimentadas com biocombustíveis (bioetanol, biogás, dentre outros) para uso em propulsão veicular. A linha contempla também o estudo da alimentação do sistema, conversão de energia, inclusão de novos materiais e aspectos estruturais do produto. As propostas devem considerar custo e a eficiência para garantir o suprimento energético para o sistema propulsor. Também é preciso levar em consideração as metas de emissão veicular estabelecidas por meio das normas vigentes, cada vez mais restritivas.

EIXO (ii) - CONSEV

Condução Segura e Eficiente de Veículos

O objetivo é contribuir para o fortalecimento da indústria automotiva, com o desenvolvimento e aperfeiçoamento de dispositivos e subsistemas de segurança ativa e passiva capazes de reduzir as fatalidades e lesões no setor de transportes. O Eixo abrange o desenvolvimento de tecnologias de caráter nacional e a garantia de adaptação das inovações tipicamente importadas por meio da aplicação de conhecimento desenvolvido no Brasil.  Com esta chamada, busca-se aumentar a flexibilidade da indústria automotiva para atender o próprio mercado, além de ampliara competitividade do país em um cenário global como exportador de projetos tecnológicos.

Linhas Temáticas

Busca reduzir os danos aos seres humano, causados por acidentes, por meio do desenvolvimento de dispositivos/sistemas de segurança ativa e passiva capazes de diminuir fatalidades e lesões no setor de transportes. Os dispositivos devem preservar a integridade física e a saúde dos envolvidos em acidentes e cenários extremos.  Nos sistemas de segurança ativa, são elegíveis propostas que desenvolvam dispositivos como: controle de estabilidade (ESC – Electronic Stability Control); antibloqueio dos freios (ABS Anti-lock Breaking System), distribuição eletrônica dos freios (EBD – Electronic Brake distribution) e outros Advanced driver-assistance systems (ADAS). Nos sistemas de segurança passiva, são elegíveis propostas que desenvolvam dispositivos/componentes como: airbags, cintos de segurança, apoios de cabeça, válvulas bloqueadoras de combustível e colunas de direção deformável, entre outros. Na linha não são elegíveis propostas de desenvolvimento de materiais visando à aplicação estrutural.

Visa o desenvolvimento de algoritmos capazes de auxiliar o motorista na condução do veículo em diferentes situações de perigo. Estas tecnologias promovem uma mobilidade mais segura em diferentes situações de manobras em ruas e rodovias. A utilização destes algoritmos integra todo o espectro de veículos que fazem parte do programa Rota 2030. São elegíveis propostas que tenham como objetivo o levantamento e a caracterização de situações de potencial risco para diversos tipos de veículos e condições. Também abrange o estudo das atitudes convenientes a cada tipo de risco para o desenvolvimento de algoritmos para identificação e atuação em cada circunstância.

São elegíveis propostas que desenvolvam subsistemas nacionais que possam ser absorvidos pela indústria de maquinário agrícola de forma competitiva. A linha visa o desenvolvimento de subsistemas de tratores e máquinas agrícolas capazes de auxiliar o motorista ou assumir de forma autônoma a condução do veículo em operações produtivas. Contempla também projetos que desenvolvam sistemas de segurança e dispositivos de comunicação condutor-veículo e V2X específico para veículos agrícolas.

Busca o desenvolvimento de subsistemas para motocicletas capazes de prever situações críticas para o condutor e que possam reduzir acidentes. A linha prevê o desenvolvimento de sistemas de atuação e controle para assistência na condução e na estabilidade de motocicletas em diversas situações. São elegíveis pesquisas voltadas para sistemas de segurança ativos e passivos.

EIXO (iii) - PAC

Propulsão Alternativa à Combustão

O objetivo é contribuir para a indústria automotiva com a criação de novas tecnologias, principalmente de sistemas e componentes (peças) voltados para veículos elétricos e híbridos, ou seja, de propulsão alternativa à combustão. As propostas devem alavancar o estágio de desenvolvimento de tecnologias existentes, realizar testes e validações dos protótipos/pilotos e promover avanços tecnológicos. É necessário que tratem do desenvolvimento de sistemas, componentes e metodologias de projetos que considerem a caracterização de desempenho do veículo, contribuindo para o aumento da eficiência energética.

Linhas Temáticas

Contempla pesquisas que desenvolvam métodos, componentes e tecnologias diretamente relacionadas à dinâmica veicular e aos componentes mecânicos da propulsão dos veículos híbridos e elétricos.  São elegíveis propostas que desenvolvam soluções específicas para propulsão de veículos híbridos e elétricos tais como: desenvolvimento de estudos em dinâmica veicular com uso técnicas de inteligência artificial; estratégias de gerenciamento energético e estudos de ciclos urbanos e rodoviários.

São elegíveis propostas que desenvolvam novas máquinas elétricas (motores e geradores) e/ou unidades de controle e potência de dispositivos elétricos para a utilização em veículos híbridos e elétricos. Deve-se considerar os fatores de segurança (por exemplo, definição de níveis de tensão), robustez, operação em velocidade variável e alto rendimento. As propostas devem apresentar soluções de desenvolvimento de acionamentos elétricos por meio de sistemas compostos por conversores eletrônicos de potência, unidades de controle e otimização do desempenho das máquinas. Espera-se ainda que as propostas contemplem o controle de velocidade e de torque, bem como técnicas para redução de oscilações. Outro importante fator considerado na linha é a frenagem e a regeneração de energia.

Prevê o desenvolvimento de sistemas de armazenamento de energia com novas tecnologias (tais como baterias, supercapacitores e células combustíveis). A linha tem como objetivos o gerenciamento e o controle do armazenamento de energia para satisfazer requisitos dos veículos híbridos e elétricos. Não são elegíveis propostas para desenvolvimentos dos componentes de armazenamento de energia isoladamente, ou seja, espera-se propostas com estágio inicial de desenvolvimento a partir do TRL 6 que testem o componente em sistemas de propulsão alternativos à combustão

Busca o desenvolvimento de sistemas para acionamento, gerenciamento e controle que permitam a utilização de propulsão elétrica para o funcionamento de tratores e equipamentos agrícolas, ônibus e caminhões. São elegíveis projetos para o desenvolvimento de soluções em: eletrificação/hibridização na área agrícola, desde a eletrificação de tratores para a agricultura familiar bem com a aplicação em veículos pesados.

*As linhas temáticas podem ser alteradas até a publicação oficial da chamada pública.

Compartilhe: