DEMESTAA – Demonstrador de Estampagem de Superfícies Classe A

Chamada Pública 2020 - Linha IV


Situação: Em Execução



Valor: R$ 2.999.999,25



Início: 15/12/2020



Término:


  • ICTs: Instituto Tecnológico de Aeronáutica – ITA; Fundação Getúlio Vargas – FGV; Faculdade de Tecnologia de São José dos Campos – FATEC; Instituto Senai de Inovação em Metalurgia e Ligas Especiais – SENAI
  • Empresas: FCA Fiat Chrysler Automóveis Brasil; General Motors do Brasil; Nissan do Brasil Automóveis; Toyota do Brasil; Ford Motor Company Brasil; Renault do Brasil; 6Pro Virtual and Practical Process; Aethra Sistemas Automotivos; Autaza Technologies; BR Matozinhos Fundições; Companhia Siderúrgica Nacional; ESI South América; Ferramentaria Gaspec; Gestamp Brasil Indústria de Autopeças; Metalúrgica Futuro; Open Mind Tecnologia Brasil; TRDI Traço Desenvolvimento Industrial; Siemens Industry Software; NCAM – NEO Consulting; Injetaq Indústria e Comércio; OSG Sulamericana de Ferramentas
  • Coordenadora Geral: Emilia Villani
  • Eixo: Desenvolvimento a partir de demonstradores
  • Contrapartida Econômica: R$ 4.058.730,72
  • Chamada Pública: 2020
  • OBJETIVO GERAL:

O objetivo desta proposta é a construção de um demonstrador do processo de estampagem de superfícies automotivas classe “A” que seja representativo da capacidade industrial do setor brasileiro de ferramentarias e que possa ser utilizado como referência para mapear o processo de construção do ferramental de estampagem, identificar gargalos tecnológicos, metodológicos e organizacionais, elaborar um diagnóstico de competitividade, difundir de forma sistemática e estruturada o conhecimento multidisciplinar relativo ao processo entre o setor de ferramentarias e sua cadeia de fornecimento e criar um ecossistema de integração setorial para discussão e inovação contínua do setor. Para tanto foi elaborada proposta tendo como parceiros empresas de diferentes categorias: montadoras, ferramentarias, fornecedores de serviço e software para o setor. O projeto está organizado em 6 pacotes de trabalho que envolvem a construção do ferramental (WP1), a modelagem do processo (WP2), a realização de análises dimensionais e de materiais ao longo do processo (WP3), a modelagem em elementos finitos e otimização topológica da estampagem (WP4), o diagnóstico de competitividade do setor (WP5) e uma fase de tracking (WP6). Os resultados obtidos serão divulgados de forma sistemática entre os parceiros do projeto e devem propiciar a submissão de projetos inovadores para os demais eixos da Linha IV do Programa Ferramentarias Brasileiras Mais Competitivas, contribuindo para aumentar a competitividade do setor.